Bali

Bali – The Sacred Monkey Forest Sanctuary

The Sacred Monkey Forest Sanctuary (Floresta Sagrada dos Macacos)

Floresta Sagrada dos Macacos fica em uma enorme área de mata preservada na área de Pandagtegal em Ubud, no coração da ilha de Bali na Indonésia. O lugar é cheio de enormes árvores, vales, riachos, pontes e templos hindus, religião predominante em Bali.
Mas a Floresta Sagrada dos Macacos está longe de ser um zoológico . Apesar da gente pagar para entrar, os animais vivem soltos por ali, e muitas vezes acabam saindo da floresta e indo para as ruas ou entrando nas lojas.
O macaco está entre os vários animais sagrados do hinduísmo, segundo a lenda, um exército de macacos teria salvado Ravana, a mulher de Rama do demônio. Como Rama é considerado um dos avatares do Deus Vishnu, os animais passaram a ser abençoados e considerados sagrados.
Na área onde hoje existe a Floresta Sagrada dos Macacos, já haviam templos hindus desde o século 14, quando Ubud ainda era coberta por uma densa floresta e os macacos viviam livremente em toda ilha. Com o crescimento da cidade e aumento das áreas desmatadas para plantação de arroz, os macacos foram ficando confinados na área onde hoje é a Floresta Sagrada dos Macacos.
Sabe aquele ditado “cada macaco no seu galho”? É bem isso, existem grupos de diferentes macacos que não se misturam e quando se encontram, acontecem algumas brigas que chegam a assustar. Existem muitas placas no parque dizendo para não mexer neles, e nem olhar nos olhos, como uma forma de intimidação. Fora isso o lugar é lindo e rende belas fotos e risadas.
A entrada custa 50.000 rúpias (400 yens + ou -) e funciona das 8h30 às 18h. O melhor horário é no período da manhã quando está menos cheio.
Mais informações no site: http://www.monkeyforestubud.com/

 

The Sacred Monkey Forest Sanctuary (Floresta Sagrada dos Macacos)

Floresta Sagrada dos Macacos fica em uma enorme área de mata preservada na área de Pandagtegal em Ubud, no coração da ilha de Bali na Indonésia. O lugar é cheio de enormes árvores, vales, riachos, pontes e templos hindus, religião predominante em Bali.
Mas a Floresta Sagrada dos Macacos está longe de ser um zoológico . Apesar da gente pagar para entrar, os animais vivem soltos por ali, e muitas vezes acabam saindo da floresta e indo para as ruas ou entrando nas lojas.
O macaco está entre os vários animais sagrados do hinduísmo, segundo a lenda, um exército de macacos teria salvado Ravana, a mulher de Rama do demônio. Como Rama é considerado um dos avatares do Deus Vishnu, os animais passaram a ser abençoados e considerados sagrados.
Na área onde hoje existe a Floresta Sagrada dos Macacos, já haviam templos hindus desde o século 14, quando Ubud ainda era coberta por uma densa floresta e os macacos viviam livremente em toda ilha. Com o crescimento da cidade e aumento das áreas desmatadas para plantação de arroz, os macacos foram ficando confinados na área onde hoje é a Floresta Sagrada dos Macacos.
Sabe aquele ditado “cada macaco no seu galho”? É bem isso, existem grupos de diferentes macacos que não se misturam e quando se encontram, acontecem algumas brigas que chegam a assustar. Existem muitas placas no parque dizendo para não mexer neles, e nem olhar nos olhos, como uma forma de intimidação. Fora isso o lugar é lindo e rende belas fotos e risadas.
A entrada custa 50.000 rúpias (400 yens + ou -) e funciona das 8h30 às 18h. O melhor horário é no período da manhã quando está menos cheio.
Mais informações no site: http://www.monkeyforestubud.com/

 

Deixe seu comentário

Sua Avaliação
[Total: 0 Média: 0]
Curiosidades
Whindersson Nunes no Japão
Curiosidades EVENTOS
Melhores Festivais de Verão no Japão 2019
Curiosidades
22 Patrimônios culturais da UNESCO no Japão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: